Isolado em fazenda, funcionário morre ao tentar atravessar rio para falar com a família

| MIDIAMAX


Ilustrativa

Nesta sexta-feira (19), Anderson Frey, de 36 anos, morreu vítima de afogamento em Bodoquena, ao tentar atravessar um rio a nado. Ele trabalhava em uma fazenda e queria ter contato com a família, por isso tentou chegar até a sede atravessando o rio.

Conforme o boletim de ocorrência, Anderson foi contratado para trabalhar no serviço de roçada e foi até a fazenda no dia 15 de fevereiro. Dois dias depois ele começou a apresentar bastante inquietação, dizendo que precisava falar com a família.

No local onde eles estava, não havia possibilidade de contato telefônico, então o homem dizia que queria atravessar o rio a nado para chegar até a sede e poder falar com a família. O colega alertou que por conta das chuvas o rio estava muito cheio e era arriscado.

Mesmo assim, ele tentou atravessar e acabou levado pela água. Dois dias depois, por volta das 18 horas de sexta-feira, o corpo de Anderson foi encontrado. O caso é tratado como morte a esclarecer.