Davi Rodrigues dos Santos, 36 anos, foi executado a tiros de fuzil no fim da manhã desta quinta-feira (19), em Ponta Porã, fronteira com Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

Segundo as primeiras informações da polícia, testemunhas disseram que a vítima estava dentro de um mercado quando os atiradores se aproximaram. Ele gritou que havia crianças no local, correu, mas foi alcançadaoe baleado.

Os primeiros tiros teriam sido de pistola e depois, os de fuzil. O homem morreu na calçada de uma casa, em um residencial popular recém inaugurado na cidade.

Testemunhas disseram à polícia que os executores estavam em um veículo modelo SUV. Após a execução, outro carro passou pelo local e um dos ocupantes recolheu a pistola que estava do lado do corpo.

Davi já teria cumprido pena por tráfico de drogas. O caso será investigado pela polícia.