Uma mulher de 41 anos, grávida de 6 meses, foi esfaqueada várias vezes pelo marido durante a madrugada desta terça-feira (10), em Três Lagoas. A mulher está internada em estado grave e os médicos tiveram de fazer uma cesariana de urgência para salvar o bebê. Mesmo com esforços da equipe médica, o bebê não resistiu e morreu. O marido, de 44 anos foi preso em flagrante pela polícia no hospital, quando levava a esposa para ser atendida.

A mulher estava dormindo quando por volta das 4 horas da madrugada desta terça (10) foi esfaqueada no pescoço e também nas mãos (que indicam ferimentos de defesa da vítima). Depois de esfaquear a mulher, o homem se feriu tentando simular uma tentativa de suicídio.

Ao ver que a esposa ainda estava viva o autor a colocou no carro levando-a para o hospital. Ao chegar na unidade de saúde, ele se deparou com viaturas da polícia militar que tinham atendido um acidente.

O homem confessou o crime e acabou preso em flagrante ainda no hospital. A vítima perdeu muito sangue e sofreu uma parada cardíaca tendo de ser reanimada e levada para o centro cirúrgico para uma cesariana de urgência.

Depois da cesárea, o bebê foi reanimado e levado para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Mesmo com esforços da equipe médica, o bebê não resistiu e morreu. A mãe da criança está em estado grave no hospital. O marido deverá responder por tentativa de feminicídio e infanticídio.