Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação


Um pastor de 59 anos foi preso em Minas Gerais por importunação sexual. A vítima, de 39 anos, era uma passageira de ônibus que fazia o trajeto de Vitória, Espírito Santo, para Belo Horizonte. Assim que descobriu o episódio, o motorista do veículo acionou a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Segundo relato da vítima, enquanto ela dormia, o passageiro ao lado colocou as mãos dentro de sua calça, fazendo movimentos fortes. “Ela foi acordada com o ato do homem e acionou o motorista, que parou no posto da PRF”, disseram os policiais.

O pastor tentou justificar o ato, alegando que estava dormindo e “sonhou”. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, depois de tentar a justificativa, o pastor admitiu que cometeu o ato não consensual para satisfação pessoal. “Ele tentou se justificar dizendo que ‘estava há 20 anos sem uma mulher e por isso caiu em tentação’”, informou a corporação.

A Polícia Civil divulgou que a prisão em flagrante do suspeito havia sido ratificada pelo delegado e o criminoso foi encaminhado ao sistema prisional.