Homem foi preso e indiciado pela Polícia Civil de Miranda, por matar uma criança de dois meses de idade. Ele teria cometido o crime por vingança, após descobrir que a vítima não era sua filha, mas sim, fruto de uma suposta traição da esposa com seu irmão. Ele teria atacado o bebê com socos e depois realizado asfixia.

Conforme nota, os fatos foram relatados à polícia em abril, por meio do relato de servidores de um hospital. Informações apontavam que não havia uma causa explícita para o falecimento, mas que o bebê estava desnutrido e tinha uma lesão na bochecha do lado esquerdo. O homem, inicialmente, disse que o ferimento era resultado de uma brincadeira do irmão de três anos.

 

No entanto, a Polícia Civil solicitou perícia e o laudo necroscópico concluiu que a vítima morreu em razão de asfixia mecânica, por provável obstrução das via aéreas superiores. Os investigadores descobriram em seguida que o homem, antes da morte, teria agredido a criança com socos no rosto e nas costas.