Um homem de 35 anos foi preso suspeito de matar o irmão de 30 dentro do apartamento da família, em um condomínio na Serra, Grande Vitória, na tarde desta terça-feira (2). De acordo com o boletim da Polícia Militar, a vítima, o professor Henri Mathieux Freitas Drilard, foi encontrado com os membros esquartejados, abdômen aberto e o rosto desfigurado.

 

Quando policiais chegaram à casa da família, o suspeito disse que é esquizofrênico e no meio da madrugada teria acordado e se deparado com o professor já morto, com o pescoço cortado.

 

Ainda segundo o boletim da PM, diante da cena e preocupado com a possibilidade da mãe "morrer do coração" quando visse o irmão morto, o homem disse que esquartejou e desfigurou o rosto do irmão para ela não reconhecê-lo.

 

A Polícia Civil informou que o suspeito foi conduzido ao Departamento Especializado de Homicídios e Proteção à Pessoa (DEHPP), onde foi autuado em flagrante por homicídio qualificado e encaminhado ao sistema prisional.

 

A Secretaria Estadual de Justiça informou ao site na manhã desta quarta-feira (2) que o homem está no Centro de Triagem de Viana.