Após quatro meses de investigações do SIG (Setor de Investigações Gerais), o casal Jéssica Chaves da Silva, de 23 anos, e Caio Guilherme Chaves de Lima, de 26, foi preso por cultivar mais de 60 ‘pés’ de maconha no quintal da própria casa, localizada rua W12, no bairro Jardim Água Boa, em Dourados.

De acordo com o delegado do Setor de Investigações Gerais, Erasmo Cubas, a residência era usada pelos traficantes como laboratório.

Nos fundos do imóvel foram encontrados 52 ‘mudas’ da droga e em um dos quartos, maconha dentro do guarda-roupa e também pendurada em vigas, com ventiladores direcionados para acelerar o processo de secagem.

A polícia informou que para esconder a plantação de maconha, Jéssica e Caio montaram uma barreira de contenção com vários galhos de abacate, com a finalidade de impedir que a droga fosse vista por quem chegasse ao local.

Toda a droga era comercializada inclusive, pelas redes socais.

Agora, o casal será autuado em flagrante por tráfico de drogas.