A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (30/8), em Três Lagoas/MS, a Operação Niño Seguro, com o objetivo de reprimir o compartilhamento de arquivos com pornografia infantil na internet.

A investigação originou-se a partir de cooperação internacional entre a Polícia do Peru e a Polícia Federal, indicando que brasileiros estariam compartilhando imagens de pornografia infantil na internet, dentre eles um residente em Três Lagoas/MS.

Foi cumprido um mandado de busca e apreensão, que resultou na apreensão de aparelhos celulares e anotações suspeitas. Os materiais apreendidos serão submetidos a exames periciais e análise pela equipe de investigação.

Em caso de indiciamento, o investigado poderá responder por crimes contidos no Estatuto da Criança e do Adolescente, com penas privativas de liberdade que, somadas, podem chegar a 10 anos de reclusão.

O nome da operação, traduzido do espanhol, significa Criança Segura.