Na manhã desta terça-feira (24), a Polícia Civil identificou e indiciou um homem de 58 anos, suspeito de envenenar animais domésticos em Ribas do Rio Pardo. A vítima procurou a Delegacia de Polícia Civil e registrou boletim de ocorrência contra seu vizinho, que supostamente teria jogado alimento envenenado para o seu cachorro. Os fatos teriam acontecido no dia 13 de agosto deste ano.

A vítima levou o animal a um hospital veterinário, porém ele não resistiu e veio a óbito depois de dois dias, restando comprovado o envenenamento.

Se não bastasse tudo isso, na data de ontem, 23 de agosto, a vítima estava sentada na frente de sua residência, quando visualizou o exato momento em que seu vizinho havia colocado uma carne com uma substância suspeita em cima de seu muro. O vizinho teria colocado a carne envenenada a fim de matar a gata de estimação da vítima, que costuma andar sobre os muros.

Logo após ter ciência desses acontecimentos, Investigadores do Setor de Investigações Gerais da Polícia Civil realizaram diligências e conseguiram localizar o suspeito, que foi instado a comparecer à Delegacia para os devidos esclarecimentos.

O suspeito confessou parcialmente os fatos, alegando que os animais estariam lhe causando incômodo, especialmente o gato, que, segundo ele, estaria comendo seus frangos.

Por fim, como o homem de 58 anos não estava mais em situação de flagrante, já que os policiais civis souberam dos fatos apenas no dia posterior ao último infortúnio, ele foi ouvido e liberado, porém indiciado pelo crime de maus-tratos a animais domésticos na forma qualificada. Caso seja condenado, poderá sofrer uma pena de 2 a 5 anos de reclusão, além de multa e proibição de guarda.
Publicado por: Carlos Eduardo Rodrigues Orácio