Na noite de terça-feira (29/06), por volta das 21h30min, policiais militares lotados no 12º Batalhão de Polícia Militar de Naviraí, foram acionados via telefone de emergência (190), para atender um desentendimento em um hotel na Avenida Amambai.

Uma guarnição deslocou até o referido hotel e fez contato com o recepcionista, o qual relatou que um casal que estava hospedado no local começou a brigar, sendo que foi possível ouvir barulhos vindos do apartamento e outros hóspedes ouviram os gritos da mulher, seguidos de choro.

O recepcionista entrou em contato com o hóspede (autor) via WhatsApp e, ao perguntar o que estava acontecendo, o mesmo alegou que estava mantendo relação sexual com sua mulher (vítima).

Dessa forma, a guarnição foi até o apartamento e solicitou que o autor abrisse a porta, sendo que o mesmo respondeu que estava sem roupas e que estava mantendo relações sexuais com sua mulher. A guarnição insistiu que o autor abrisse a porta e após poucos minutos a ordem foi obedecida.

Foi observado que o autor estava nu e a vítima estava com suas roupas, porém estava muito apavorada e ao ver a guarnição, começou a chorar. A vítima, que estava com o olho roxo e apresentava um sangramento na boca, foi retirada do quarto, para acalma-la.

A vítima foi questionada sobre o que havia acontecido, mas devido ao seu estado de choque emocional, não conseguia responder. Uma guarnição do Corpo de Bombeiros Militar foi acionada para atender a vítima e a encaminhou para o Hospital Municipal, onde foram constatadas lesões decorrentes de violência.

Diante dos fatos, o autor foi preso pela guarnição policial militar.

 

Assessoria de Comunicação Social do 12º BPM/ CPA-1.
Publicado por: Karina Dalliane de Souza Faustino