Os 45 quilos de cloridrato de cocaína que estavam com o casal preso nesta sexta-feira (5) em Bataguassu, foram avaliados em R$ 5,6 milhões. Eles tentaram usar os filhos, de 11, 12 e 14 anos, como passageiros da caminhonete Toyota Hilux, para despistar a fiscalização da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

A droga estava escondida em um compartimento oculto por baixo do veículo, acima do tanque de combustível e escapamento. Eles confessaram que receberiam R$ 15 mil pelo transporte, saindo da cidade fronteiriça de Ponta Porã, até São Paulo, no estado vizinho.

As crianças receberam acolhimento do Conselho Tutelar, já na delegacia para onde os pais foram encaminhados, e ficaram sob responsabilidade da instituição.