O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), assinou decreto prorrogando o toque de recolher em todo o Estado por mais 15 dias, até 9 de fevereiro. A medida consta em publicação na edição desta sexta-feira (22) do DOE (Diário Oficial Eletrônico).

Devido ao crescimento da Covid-19, Reinaldo determinou toque de recolher nos 79 municípios em 14 de dezembro, entre 22h e 5h. No dia 28, a restrição foi prorrogada até 9 de janeiro, estendida mais uma vez no último dia 8 de janeiro.

Segundo a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), as forças de segurança estão focando na orientação do cidadão. Ou seja, a pessoa que estiver fora de casa sem justificativa é orientada a voltar. Caso rejeite a recomendação, pode ser conduzida a uma delegacia e até ser indiciada pelo crime de desobediência.

No caso de comércios, a Cvisa (Coordenadoria Estadual de Vigilância Sanitária) – que atua em conjunto com a PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul) – vai verificar a situação do alvará. O proprietário também será orientado a fechar as portas. Se houver insistência, ele poderá ser autuado.