Não murmureis entre vós. Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou o não trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia.”

João 6:43-44

“E dizia Jesus:

Por isso eu vos disse que ninguém pode vir a mim, se por meu Pai não lhe for concedido.

Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele. Então disse Jesus aos doze:

Quereis vós também retirar-vos?

Respondeu-lhe, pois, Simão Pedro:

Senhor, para quem iremos nós?

Tu tens as palavras da vida eterna.”

João 6:65-68

 

           Talvez você já tenha se perguntado:

Será que eu sou filho de Deus?

Todos somos criaturas de Deus, mas filhos, será que todos são?

“Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus.”

João 1:12-13

Nascer de Deus. Isso nos mostra um significado muito mais além. Não é o nascimento da carne, através do contato sexual, nem algo planejado por algum homem, mas nascer diretamente de Deus. Isso só é possível de forma espiritual e não material. Quem crer em seu nome, diz Jesus, recebe o poder de se tornar filho de Deus.    

Muitos já não queriam andar com Jesus como diz o texto, por causa das suas palavras, visto que os judeus criam somente na lei de Moisés e na descendência de Abraão, desprezando os ensinamentos de Cristo. Pedro e alguns discípulos não abandonaram ao seu mestre.

           Segundo os textos que vimos anteriormente, somente os que de Deus forem trazidos é que vão pertencer ao Reino. Observando esses textos podemos pensar que poderia existir então predestinação. Será?

Poderia Deus já ter escolhido quem vai para o Reino Celestial e quem não vai?

            Vamos observar esse outro texto:

“Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim?

Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para desonra?

E que direis se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição; Para que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para glória já dantes preparou.”

Romanos 9:15-24

            Deus é o oleiro e as pessoas são os vasos, Deus se compadece de quem Ele quer. O texto ainda diz que Deus tem poder sobre o barro, para fazer da mesma massa vaso de honra e vaso de desonra.

Mas será que Deus está manipulando tudo?

            Vamos olhar outros texto:

“Desejaria eu, de qualquer maneira, a morte do ímpio? Não, diz o Senhor DEUS; Desejo antes que se converta dos seus maus caminhos, e viva.”

Ezequiel 18:23

“Porque não tenho prazer na morte do que morre, diz o Senhor DEUS; convertei-vos, pois, e vivei.”

Ezequiel 18:32

            Ora, todos morrem, mas porque no texto Deus diz: “na morte do que morre”?

Ele esta falando não do corpo, mas da alma. A morte do corpo vai para a terra, mas a alma caminha para um destino que pode ser luz ou escuridão.

           Podemos observar que nos textos acima Deus oferece a opção de conversão e de mudança de caminhos para a vida.

Nesse aspecto existe o poder de mudança de vida e consequentemente a possibilidade de alterar o futuro.

O olhar de Deus é infinitamente diferente do nosso, pois Ele consegue ver desde o nascimento de cada pessoa, o que passou e o que sofreu; as influências dos pais, da família, da cultura e os traumas humanos que tanto nos limitam. Deus olha com paciência para todos nós, mas em algum momento haverá a oportunidade de conversão e mudança de vida. Existe um tempo determinado para escolher nosso caminho, e nessa hora devemos olhar com atenção para não errar.

Jesus disse:

“Está escrito nos profetas: E serão todos ensinados por Deus. Portanto, todo aquele que do Pai ouviu e aprendeu vem a mim.”

João 6:45

“Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz à vida, e poucos são os que a encontram.”

Mateus 7:13-14

            Veja que Jesus mostra dois caminhos e uma decisão.

A mensagem é esta:

“Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.”

Mateus 3:2

“Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.”

Romanos 10:13

 

Mas que tipo de terra é você?

“E, ajuntando-se uma grande multidão, e vindo de todas as cidades ter com ele, disse por parábola:

Um semeador saiu a semear a sua semente e, quando semeava, caiu alguma junto do caminho, e foi pisada, e as aves do céu a comeram; E outra caiu sobre pedra e, nascida, secou-se, pois que não tinha umidade; E outra caiu entre espinhos e crescendo com ela os espinhos, a sufocaram; E outra caiu em boa terra, e, nascida, produziu fruto, a cento por um. Dizendo ele estas coisas, clamava: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

E os seus discípulos o interrogaram, dizendo: Que parábola é esta?

E ele disse: A vós vos é dado conhecer os mistérios do reino de Deus, mas aos outros por parábolas, para que vendo, não vejam, e ouvindo, não entendam.

Esta é, pois, a parábola: A semente é a palavra de Deus;

E os que estão junto do caminho, estes são os que ouvem; depois vem o diabo, e tira-lhes do coração a palavra, para que não se salvem, crendo; E os que estão sobre pedra, estes são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria, mas, como não têm raiz, apenas crêem por algum tempo, e no tempo da tentação se desviam; E a que caiu entre espinhos, esses são os que ouviram e, indo pordiante, são sufocados com os cuidados e riquezas e deleites da vida, e não dão fruto com perfeição; E a que caiu em boa terra, esses são os que, ouvindo a palavra, a conservam num coração honesto e bom, e dão fruto com perseverança.”

Lucas 8:4-15

            Mas porque Jesus disse que o povo ouvia por parábolas e não tinham a compreensão como os discípulos?

Porque os líderes do povo de Israel haviam se feitos obstinados de coração, em suas arrogâncias e ganâncias não tinham interesses em aprender as verdades vindas de Deus através de Jesus Cristo. Por isso eram levados por doutrinas e ensinamentos falsos e mentirosos. Como disse Jesus:

“Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim; Em vão, porém, me honram, ensinando doutrinas que são mandamentos de homens.”

Marcos 7:6-7

         Quando vamos plantar alguma coisa precisamos de uma semente. Mas antes devemos preparar a terra e depois lançar a semente e regar.

Assim também é com cada um de nós.

A semente é a palavra de Deus, e a terra são as pessoas.

Mas a semente só pode germinar em terra boa.

Como está a terra do seu coração para a semente que Deus vai plantar?

Disse Jesus:

“Eu sou o caminho a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.”

João 14:6        

       Espero que essa reflexão te ajude a pensar no seu relacionamento pessoal com Deus. Não como faziam os hipócritas que Jesus criticou, mas realmente algo sincero e particular no seu coração. Assim Jesus ensina:

“E, quando fores orar, não seja como os hipócritas; pois se alegram em orar em pé nos templos, e nas esquinas das ruas, para serem vistos por todos. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa. Mas tu, quando fores orar, no teu quarto fecha a porta, e ora a teu Pai que está em secreto; e Deus, que vê em secreto, te recompensará.”

Mateus 6:5,6

            É de se pensar. Quantos que não ficam por ai postando orações, se mostrando em redes sociais, gritando nos microfones dos templos, e se esquecem de que Deus não é hipócrita, Ele bem sabe o que as pessoas carregam em seus corações. Por isso Ele quer um relacionamento em secreto com Ele.

As sementes da verdadeira mensagem de Deus estão sendo lançadas no mundo inteiro. Talvez não estejam nas primeiras manchetes da televisão, nem nos grandes templos, mas estão bem firmes por aí. Como disse Jesus:

“O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito.”

João 3:8

 Então, prepare a terra do seu coração para recebê-las, e dessa semente, nascer um fruto de salvação.