A Polícia Civil de Batayporã prendeu, Antônio Marcos da Cunha, de 44 anos, Ebenezer dos Santos José, de 37 anos, Nelson de Souza Lopes, de 62 anos, este último tem uma garaparia em Nova Andradina. Ação policial aconteceu no último sábado (9), ao meio dia, mas o Jornal da Nova conseguiu as informações nesta segunda-feira (11). 

Conforme apurou a reportagem, o trio nova-andradinense foi flagrado na estrada conhecida como Jaqueira que fica aos fundos do Posto Tigrão em Batayporã, cortando a cana de açúcar e carregando numa VW/Kombi.

 

A denúncia partiu de um encarregado de transporte e colheita da usina que um indivíduo vinha subtraindo grande quantidade de cana de açúcar de uma das frentes de serviço da Usina Laguna.

Com as informações, os policiais civis foram para o canavial e flagraram o trio cortando e carregando cana de açúcar para o interior da Kombi.

Aos policiais o Nelson (garapeiro) disse que é costumeiro essa prática e vem realizando tal ato há anos, e que também pega cana de outras frentes de serviços tanto da Usina Laguna (Batayporã), quanto da Usina Santa Helena (Nova Andradina).

Ainda confessou que pega cana de açúcar em média duas vezes na semana como matéria prima para venda de garapa em seu estabelecimento comercial Caldo de Cana do Nelson, localizado em Nova Andradina.

Quanto ao Ebenezer e Antônio Marcos, disse que paga para ajudar no corte e carregamento da cana, fato confirmado pelos suspeitos.

Na Kombi havia aproximadamente 600 quilos de cana de açúcar, avaliada em R$ 300, mas calculando superficialmente a usina tem um prejuízo semanal de R$ 600.

 

O encarregado disse que o prejuízo pode ser maior, pois possui mais áreas degradadas e somente após levantamento mais detalhado poderá expor o prejuízo real.

 

No Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, nesta segunda-feira (11), o trio ainda permanece preso, pois o juízo concedeu a liberdade provisória, mas com fiança de três salários mínimos para cada autuado.

 

Cana com agrotóxicos
A utilização de agrotóxicos na cana de açúcar, assim como em qualquer cultura traz uma série de consequências para a população, alguns são altamente cancerígenos.