Com o resultado da eleição para prefeito sub judice, a cidade de Angélica empossou seus vereadores nesta sexta-feira (01).

No município, o candidato mais votado para prefeito, João Cassuci (PDT) depende de decisão da Justiça Eleitoral para assumir. Em caso negativo, será convocada uma nova eleição.

Para que a cidade não fique sem governo, o presidente da Câmara Municipal, Aparecido Geraldo Rodrigues, o Boquinha (PSDB), assumiu o cargo de chefe do Poder Executivo de forma interina.

Com relação à Casa de Leis, foram empossados os vereadores Aparecido Geraldo Rodrigues (PSDB), Almir Fagundes (DEM), Adão Correia Gonçalves, popular Adãozinho (MDB), Alexssandro Ferreira Nogueira, popular Alex Rodinha (PSDB), Arlan Virgílio Cassuci (PDT), Emílio Nascimento Milhorança, popular Emílio da Farmácia (PSDB), Ivo Ferreira dos Santos, popular Ivo do Ipezal (DEM) Milton Damasceno Lima (MDB) e Neli Fascincani (PDT).

Como Aparecido Geraldo Rodrigues assumiu o cargo de prefeito interino, a presidência da Casa de Leis ficou sob a responsabilidade do vice-presidente Almir Fagundes.