Juliano Martins de 36 anos, que morreu em um acidente de trânsito no final da tarde deste sábado (05) será velado na Capela Cardassi. O funeral será das 10h às 14h, de onde sairá o féretro para o Cemitério Santo Antônio em Três lagoas.

Martins, que era pelos amigos pela simpatia e alegria, trabalhava em um lava jato na Avenida Ranulpho Marques Leal e estaria indo para um posto de combustível do lado paulista para abastecer sua motocicleta. Além de atuar no ramo de polimentos de vidraças e veículos, a vítima ainda fazia "bicos" de cantor.

Ele completaria mais um ano de vida na próxima semana, no dia 15 de Dezembro.

Ele deixa esposa e filhos.

O ACIDENTE

O acidente de trânsito ocorreu no final da tarde deste sábado (05), na BR-262, após a ponte rodoviária que liga Três Lagoas a Castilho-SP.

Segundo dados do boletim de ocorrência, a vítima de 36 anos foi encontrada sem vida ao lado de sua moto, uma Honda CG 160. Equipes do Corpo de Bombeiros de Três Lagoas estiveram no local, e nada puderam fazer para salvar a vida da vítima.

Segundo a corporação, a vítima sofreu fraturas na coluna cervical e um possível traumatismo craniano encefálico.

A Polícia Civil do Estado de São Paulo vai apurar se a vítima sofreu uma queda acidental ou se foi "fechado" por algum veículo.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou o caso e isolou o local para os trabalhos da Polícia Científica. Ainda no sábado, o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal de Andradina.