Os familiares de Claudemir dos Santos Arruda, de 40 anos, pedem ajuda para conseguir alguma informação do seu paradeiro. Ele foi visto pela última vez na terça-feira (24), no café da manhã na fazenda que trabalha, na zona rural de Nabilique em Corumbá. 

Segundo informações repassadas para O Pantaneiro e do Boletim de Ocorrência, Cleudemir teve um surto psicótico e disse estar sendo perseguido. Na manhã do dia 24 ele levantou, tomou café da manhã junto com os outros funcionários e saiu rumo ao serviço a pé.

Quando os funcionários foram atrás, não o localizaram. Buscas na região da fazenda foram feitas, mas Claudemir não foi localizado. A mãe de Claudemir informou que ele tem uma cicatriz na cabeça e as vezes sofria apagões, esquecendo onde estava, tornando a situação ainda mais delicada.

Para quem tiver alguma informação, o telefone para contato é o (67) 991924552 ou (67) 99299-2230.