Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Dourados realizava fiscalização fluvial no rio Brilhante e localizou ontem (18) no final da tarde no município de Angélica, a construção em madeira de um rancho pesqueiro, à margem do rio dentro da área de preservação permanente (APP) de matas ciliares, que é protegida por lei. O infrator, um pescador profissional de 52 anos, construiu o rancho de 36 m² sem a autorização ambiental e ainda lançava o esgoto em uma fossa à beira do rio.

Esgoto direcionado à fossa à beira do rio.
A PMA interditou as atividades. O infrator, residente em Glória de Dourados, foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.000,00 pela construção ilegal. Ele também responderá por crime ambiental de degradar área de preservação permanente (APP) e, se condenado, poderá pegar pena de detenção de um a três anos.

O autuado, que alegou ter construído o rancho para praticar pesca na região, também foi notificado a apresentar projeto de recuperação de área degradada e alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS - (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500