A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Brilhante está realizando testagem em massa em custodiados do presídio masculino da cidade. As testagens começaram ontem (16.7) e prosseguiram nesta sexta-feira (17.7). A medida foi iniciada após internos testarem positivo.

A meta é que sejam testados todos os 288 custodiados do Estabelecimento Penal de Rio Brilhante. Até o momento, 41 casos foram constatados no local, estando um deles já curado. Uma das suspeita é que a doença tenha sido adquirida durante atendimento de saúde fora do presídio. Dois servidores também testaram positivo e já estão afastados. A aplicação dos testes deverá prosseguir pelos próximos dias, de acordo com as possibilidades da Secretaria Municipal de Saúde.

Desde o início da pandemia, várias medidas têm sido adotadas com uso constante de máscaras pelos policiais penais, além de fornecimento de máscaras ao internos. Também é realizada desinfecção constante do ambiente, são disponibilizados materiais para higienização das mãos; além das visitas estarem suspensas desde março, assim como nos demais presídios do Estado, entre outros procedimentos. Este mês unidade penal também recebeu reforço na proteção dos servidores com a doação de “face shields” protetores faciais da Rede CoronaVidas.

Uma galeria da penitenciária foi separada para o isolamento dos casos positivos, cujos internos ficarão divididos conforme perfil. Segundo a direção de unidade, serão separados internos integrantes de facção dos não faccionados, bem como reeducandos que cumprem pena por crimes sexuais.