Uma perseguição policial durante a madrugada desta sexta-feira (7), em Ponta Porã, acabou na morte de Alexandro dos Santos Silva, de 36 anos. Ele estava com um fuzil. 

Informações são de que os policiais foram atender uma ocorrência, no Bairro Vila Reno, de um morador que teve a casa alvejada por tiros. O morador disse que estava dormindo com sua família quando depois da meia-noite ouviu disparos em sua casa.

Para se proteger, todos se esconderam embaixo de camas e o morador acionou a polícia. Foram encontrados projéteis na parede, no portão e no muro da residência. Quando os policiais estavam na rua fazendo os levantamentos, Alexandro passou em uma motocicleta com um fuzil.

 
 
Ele fugiu dos militares não obedecendo à ordem de parada. Em dois momentos da perseguição, Alexandro apontou o fuzil para os policiais que dispararam contra a sua perna. O autor continuou a fuga.

Em um segundo momento, Alexandro novamente apontou o fuzil para os policiais, que fizeram novamente um disparo que atingiu o pescoço do autor que caiu.

Alexandro morreu no local. O fuzil e quatro carregadores foram recolhidos.