Um helicóptero que levava o deputado federal Hercílio Diniz (MDB) e o vice-prefeito de Governador Valadares, David Barroso (União Brasil), caiu no município de Engenheiro Caldas, em Minas Gerais, na tarde desta quarta-feira. Além da dupla e do piloto da aeronave, Fabiano Rufino, o helicóptero levava também o locutor Luciano Viana, que não foi identificado.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as quatro vítimas foram socorridas e levadas para hospitais de Governador Valadares. Segundo nota do deputado federal, todos que estavam no helicóptero passam bem.

O deputado federal e o vice-prefeito estavam voltando de um encontro de campanha. Segundo o Corpo de Bombeiros, a aeronave perdeu o controle e colidiu com a rede elétrica, caindo em às margens de uma rodovia. A queda provocou um princípio de incêndio, que foi controlado pelos bombeiros.

O rompimento do cabo de média tensão fez com que o fornecimento de energia para os municípios de Sobrália e Fernandes Tourinho fosse interrompido entre as 14h32 e 16h09, de acordo com Cemig.
Segundo dados da Anac, o helicóptero modelo Robinson R44 II estava regular. Ele era de propriedade da HRP Táxi aéreo e era operado pela Rotorfly Taxi Aéreo.

Além de deputado federal, Hercílio Coelho Diniz é dono da rede de supermercados Coelho Diniz, popular na região do leste de Minas. Veja abaixo a nota divulgada pela sua campanha:

Em nota, a Rotorfly Táxi Aéreo afirmou que o helicóptero encontrava-se em condições aeronavegáveis e com sua manutenção em dia, além de estar autorizada pela Anac e ter sua tripulação devidamente treinada.