Motociclista identificada como Laís Oliveira da Silva, de 28 anos, morreu na manhã deste sábado (3), em Corumbá, horas depois de ser atingida de frente por um automóvel. O carro era conduzido por um policial civil, de 45 anos, que apresentava sinais de embriaguez.  

O Corpo de Bombeiros, informou que viatura foi acionada por volta das 1h40 para ir até o local, no cruzamento das Ruas Edu Rocha e Rua Colombo. No local, Laís foi encontrada com múltiplas fraturas, traumatismo craniano e hemorragia em razão de um corte na região da virilha.

Imagens feitas no local mostram que o automóvel, um Fiat Strada, ficou com a parte dianteira destruída. Conforme informações do site Diário Corumbaense, o motorista, policial civil, se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas apresentava sinais de embriaguez. O suspeito não teve ferimentos.

Agressivo, o policial se recusou a acompanhar o boletim de ocorrência ser feito e disse que só falaria na presença de um advogado.

O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo