Chaienne Wagner Cardozo, de 38 anos, morreu no fim da manhã desta sexta-feira (12), após passar direto em um quebra-molas em alta velocidade e perder o controle da Honda CG 160 Titan, que pilotava, no cruzamento das Ruas Aracruz com a Guaraci, na região do Parque dos Poderes, em Campo Grande.

O acidente aconteceu por volta das 8h. Chaienne foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros Militar, e foi encaminhada a Santa Casa. Devido ao impacto, ela teve várias fraturas pelo corpo e teve de passar por cirurgia.

 

De acordo com o boletim de ocorrência, a morte foi constatada às 10h40, duas horas após o socorro.

 

A atual prefeita de Água Clara, Gerolina da Silva Alves postou em suas redes sociais uma nota de pesar para Chaienne, já que a vítima era esposa do ex-prefeito Silas José, que governou o município entre 2012 e 2016 e foi afastado do cargo em 2015, por investigação do Gaeco (Grupo de Atuação no Combate ao Crime Organizado) sobre propina paga por ele aos vereadores do município.

 

Em maio de 2019, o ex-prefeito foi multado pelo TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul) por diferenças entre o valor licitado em contrato de merenda escolar e o efetivamente pago à empresa.