Um jovem de 28 anos morador do Bairro Guiray, procurou a delegacia da Polícia Civil de Ivinhema após cair em um golpe de estelionato.

 

Segundo informações o jovem relatou no boletim de ocorrência, que estava precisando de um empréstimo, que começou a pesquisar e viu um anuncio do banco BTG, que fez um cadastro em uma suposta página do banco BTG, que na data de 18/07/2022 uma pessoa entrou em contato pelo whatsapp, se identificando pelo nome Geovani e começaram uma conversa, onde disse que precisava de um empréstimo no valor de 10.000,00 (dez mil reais) em seguida Geovani pediu os seus dados, sendo fornecido, que então disse que iria gerar um contrato, dizendo ainda teria que pagar uma taxa, para liberar um certificado digital, também dizendo que poderia fazer este certificado em outra empresa, que optou por fazer no local e então depositou o valor de 250,00; o qual entregou o nome e os dados para os policiais.

 

Após esta etapa, foi informado de mais duas taxas a serem pagas no valor de 534,70 para liberar o procedimento, que decidiu por pagar sendo a primeira paga na data de 21/07/2022 no valor de 534,70.

 

A vítima ainda questionou porque tudo estava muito estranho, que novamente foi enganado, pois mandaram um vídeo onde supostamente seria o local do banco BTG, posterior a isso perguntaram se queria cancelar, mas decidiu continuar, com isso teria que pagar mais uma taxa que faltava e no dia 05/08/2022 realizou o segundo pagamento no valor de 534,70.

 

Após pagar lhe disseram que em vinte minutos tudo processo seria liberado, por uma pessoa de nome Larissa, que posterior a isso uma outra pessoa entrou em contato por nome de Vitorugo, dizendo ser gerente, e que para aumentar seu escore deveria pagar o duas parcelas no valor de 998,17, que então realizou dois depósitos sendo um no valor de 998,17 e outro de 800,00 sendo estes valores depositados na conta de Larissa, após realizar estes depósitos ainda foi informado que havia mais uma taxa, para que o processo fosse finalizado, por fim descobriu ser um golpe e decidiu por registrar o fato.