Eliodoro Duarte, de 72 anos, morreu nesta segunda-feira (4) após sofrer queimaduras graves em 60% do corpo. O homem foi atacado enquanto dormia com a companheira em uma calçada do terminal rodoviário de Yby Yaú, cidade localizada nas proximidades de Bela Vista, Mato Grosso do Sul. O filho dele, brasileiro, foi apreendido por suspeita de envolvimento no crime. 

Eliodoro Duarte dormia com a esposa, Tereza Benitez, de 37 anos, quando dois homens chegaram no local durante a madrugada de 30 de junho. Informações são de que eles jogaram gasolina e atearam fogo. Imagens de circuito fechado (vídeo abaixo) captaram o momento em que as chamas se alastram, mas não mostram os suspeitos. 

As vítimas foram socorridas e encaminhadas ao hospital, mas o idoso não resistiu e morreu nesta segunda-feira (4). A esposa dele continua internada e mesmo com graves ferimentos, o médico que a atendeu afirmou que ela pode sobreviver. 

O adolescente de 15 anos, brasileiro, foi apreendido no dia seguinte por suspeita de participação no crime. Informações dos sites locais são de que ele é filho de Eliodoro e não aceitava a separação dos pais, no entanto, os fatos não foram confirmados pela Polícia Nacional, que prossegue com a investigação e busca o segundo suspeito.

O idoso tem antecedentes por coerção, em 2007, e tentativa de homicídio, em 2021. Já Tereza não tem passagens criminais.