Adenildo Rezende de Souza, de 46 anos, morreu na noite de terça-feira (28), após o caminhão que conduzia apresentar problemas na Rodovia MS-240, em Inocência. Ele foi encontrado com a cabeça presa nas engrenagens do caminhão.

Segundo relato de um colega, Adenildo  polpular(Neguim ou Nenzo)seguia de Paranaíba para Inocência, transportando concreto no caminhão para uma obra da cidade. Na estrada, um pneu do caminhão teria dado um problema e a vítima então parou na frente de uma fazenda, pedindo ajuda ao colega.

A testemunha foi ao local e encontrou o caminhão, mas não viu Adenildo. Alguns instantes depois, percebeu a vítima em cima da escada do veículo, com a cabeça entre as ferragens das engrenagens do caminhão.

A vítima sofreu ferimentos graves e não resistiu. Perícia e Polícia Civil foram ao local e o caso foi registrado como morte decorrente de fato atípico.