Durante fiscalização ambiental em uma estrada vicinal no município de Nova Andradina, a 15 km da cidade, Policiais Militares Ambientais de Batayporã abordaram na tarde de ontem (23), um veículo VW/8150 do tipo baú, que transportava ilegalmente uma carga com 21 m³ de carvão proveniente de madeira nativa. A carga era transportada sem o Documento de Origem Florestal (DOF) e foi apreendida junto com o veículo. O DOF é o documento ambiental para o transporte, comércio, industrialização e armazenamento de qualquer produto da flora nativa. A falta desta licença caracteriza-se crime e infração administrativa.

Diante da irregularidade, o proprietário do carvão ilegal e de uma carvoaria na região, residente em Nova Andradina, foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 6.300,00. O autuado, o carvão e o veículo foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Batayporã e o infrator responderá por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção.

A PMA foi à carvoaria do infrator, que estava legalizada. Algumas vezes, os carvoeiros tentam passar o material florestal nativo sem o documento de Origem Florestal (DOF), para que não seja realizada a baixa na quantidade do crédito no sistema do órgão ambiental e, dessa forma, eles ficam com este crédito, podendo então, transportar carvão de desmatamentos e processado em carvoarias ilegais com o documento daquele carvão transportado sem a emissão do DOF.