Procurado por agredir a esposa, de 32 anos, com coronhadas e tentar matar o suposto amante dela, de 35 anos, a tiros, seria um policial rodoviário federal. O caso aconteceu em um motel na região do Nova Lima, em Campo Grande, na Avenida Cônsul Assaf Trad, na tarde desta sexta-feira (26).

Conforme o delegado Marcelo Damasceno, da 2ª Delegacia de Polícia Civil, foi feita perícia no quarto do motel e encontrado um projétil. Também foram identificadas duas marcas de tiro no carro em que as vítimas teriam chegado ao local, um Fiesta prata. Ainda segundo a polícia, havia bastante sangue no local.

Carro foi atingido pelos disparos (Foto: Leonardo de França)
 

O delegado Damasceno afirmou que o PRF teria seguido a esposa e o homem até o motel e ficou com o carro do lado de fora. Aproximadamente 15 minutos depois, ele entrou a pé, pelo portão de saída, e foi até o quarto onde as vítimas estavam, onde fez os disparos com a arma de fogo.

Depois, fugiu no veículo branco, que não teve o modelo informado. Equipes da Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros estiveram no local. A mulher foi ferida a coronhadas pelo marido e estava com vários ferimentos na cabeça e no rosto e foi levada a um hospital particular.

Já o homem foi encaminhado para a Santa Casa com pelo menos um ferimento por disparo de arma de fogo na boca, em estado grave. Ele chegou a sair correndo do quarto, sem as roupas, pedindo socorro e caiu no canteiro da calçada. O autor é procurado e responderá pela tentativa de homicídio e violência doméstica.