A Secretaria Municipal de Saúde de Bodoquena,  e a SES (Secretaria Estadual de Saúde) investigam a morte de um bebê recém-nascido e da mãe dele, após parto realizado no dia 7 de fevereiro no Hospital Municipal Francisco Sales.

A família da jovem de 28 anos, Francinete Rodrigues Beltrão, procurou a Polícia Civil da cidade na semana passada para denunciar suspeita de negligência médica. Segundo contou a família, Francinete deu entrada no hospital em 4 de fevereiro para o parto do bebê Arthur Miguel. No dia, a equipe médica decidiu aguardar pelo parto normal.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela família, a jovem permaneceu três dias em trabalho de parto. Arthur só nasceu na tarde do dia 6 de fevereiro. O bebê nasceu com vida, conforme a família, mas na noite do dia seguinte passou mal e morreu no hospital. A equipe médica teria solicitado transferência para unidade de Aquidauana, mas cancelou o pedido.

No mesmo dia, Francinete também teve piora no estado de saúde e exames de sangue teriam constatado suspeita de dengue. A jovem foi transferida para hospital de Aquidauana, passou por procedimento cirúrgico, mas teve parada cardíaca e morreu no dia 15 de fevereiro.

A morte da jovem, inclusive, consta em boletim epidemiológico da dengue, divulgado nesta quinta-feira (28). Segundo o dado da SES, Francinete morreu em decorrência da dengue.