Na manhã desta terça-feira (28), policiais civis da Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico - Denar, em apoio à Polícia Civil do Estado de Goiás, 2º DP de Aparecida de Goiânia, realizou a prisão de uma mulher, de 58 anos, indiciada pelo crime de furto qualificado por abuso de confiança.

A autora teria realizado um furto de aproximadamente R$ 330.000,00 de uma residência na cidade de Aparecida de Goiânia-GO. Equipes desta Especializada iniciaram diligências, bem como atividades de inteligência policial, no intuito de identificar e localizar a pessoa qualificada.

As equipes conseguiram localizar a suspeita Rua Dr. Fauze Saueia, no Jardim Los Angeles, em Campo Grande. Inicialmente ela negou ter participado de qualquer tipo de furto, tendo inclusive autorizado o ingresso dos policiais civis em sua residência.

Durante as buscas no local foi possível encontrar cédulas de dinheiro escondidas em várias partes de um guarda-roupas, onde a vítima passou a confessar que havia realizado o furto no Estado de Goiás. Ela informou aos Policiais Civis a dinâmica dos fatos, explicando que conheceu a pessoa identificada apenas como Walter, o qual participava de um mesmo grupo de oração tendo informado que este lhe fez uma proposta para trabalhar para um deputado Federal daquele Estado, e que deveria realizar orações religiosas, o que foi aceito. Durante o período em que residiu na cidade de Aparecida de Goiania-GO, onde trabalhou para a pessoa identificada como "Professor Alcides", informou que conheceu Wagner que residia no mesmo endereço de seu empregador, o qual havia lhe mostrado, após meses de convivência, uma caixa contendo diversos valores em cédulas de dinheiro, os quais seriam de propriedade de seu empregador.

Informou ainda, que em outra oportunidade, quando estava na casa de seu empregador, na companhia de Wagner, e mediante um descuido deste, teve acesso a referida caixa, e subtraído pacotes de dinheiro que estavam dentro desta, e os escondido em suas roupas, sem que Wagner percebesse. Após subtrair o dinheiro, a suspeita informou que fez contato com seu empregador, dizendo que não tinha mais interesse em continuar trabalhando para este, bem como de que havia decidido retornar para a cidade de Campo Grande/MS. Ela ainda informou a equipe policial que, ao retornar para Campo Grande, entre o final do mês de agosto e início do mês de setembro deste ano, adquiriu veículos, bem como gastou diversos valores, todos provenientes do que havia sido subtraído.

Parte dos veículos adquiridos ilicitamente foram encontrados e conduzidos até esta Especializada, bem como a quantia de R$ 47.500,00 estavam em sua posse. Foram apreendidos um VW Fox, um Hyundai HB-20, VW Voyage, os quais, segundo a conduzida foram adquiridos com o dinheiro proveniente do furto.