Uma situação que não é incomum demandou o trabalho dos bombeiros militares em Nova Andradina, no dia 17 de setembro: um homem estava com dois dedos estrangulados por anéis de aço cirúrgico. De acordo com a vítima, os anéis foram colocados na noite anterior nos dois dedos anelares e, quando acordou pela manhã, começou a sentir muita dor e pressão nos dedos, que estavam muito inchados.

Conforme o Cabo Alencar, que coordenou o trabalho de retirada dos anéis, na maioria dos casos, quando uma pessoa procura a ajuda da Corporação é porque não conseguiu retirar o anel utilizando outros meios. “Neste caso, foi necessário utilizar uma ferramenta mini retífica com disco de corte para a retirada do anel”, observa o militar.

O Corpo de Bombeiros Militar orienta alguns cuidados para evitar que anéis fiquem presos nos dedos. Segundo o major Pablo, comandante local dos bombeiros, se for praticar esportes como vôlei e basquete, deve-se retirar os anéis. Também aconselha não utilizar anel muito pequeno que aperte o dedo.

O oficial ainda adverte. “Ao longo do dia, nossas mãos incham naturalmente devido a altas temperaturas do ambiente, condição de pressão alta, hábitos alimentares, como comer muito sal, uso de medicamentos ou até mesmo atividade física pode fazer as mãos incharem”.

Assista aos vídeos e veja o trabalho dos bombeiros realizando o corte dos anéis dos dedos da pessoa no Quartel do Corpo de Bombeiros Militar em Nova Andradina.