Uma mulher de 28 anos é suspeita de matar o namorado, um bombeiro militar de 32 anos, e depois cometer suicídio em Florianópolis. As informações são da Polícia Civil, que foi chamada para atender o caso no final da tarde desta quinta-feira (16).
O crime ocorreu no bairro Ingleses. De acordo com o delegado Ênio de Matos, da Delegacia de Homicídios da Capital, o homicídio e suicídio foram cometidos com uma pistola.

Pelas primeiras informações da polícia, a mulher matou o namorado dentro de uma casa e cometeu o suicídio no quintal. A arma usada era dele.
O homem morto era Smaylin Willian Schappo. Ele era 2º sargento no Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina e era natural de São Miguel do Oeste. A mulher era natural de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Também atenderam a ocorrência a Polícia Militar, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), os bombeiros e o Instituto Geral de Perícias (IGP). A área onde houve o crime foi isoldada.
 

Luto
 
Em nota, o Comando-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina lamentou a morte do 2º sargento. Ele entrou na corporação em 2006 e atuava na Central de Operações Bombeiro Militar, na capital.

Área onde houve crime foi isolada — Foto: Anaísa Catucci/G1
"Neste difícil momento, registramos aos familiares e amigos do sargento Schappo os sentimentos de profunda tristeza e solidariedade de todos os Bombeiros Militares da corporação. Nossas respeitosas continências", disse a corporação em nota.

Smaylin Willian Schappo. Ele era 2º sargento no Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina