Uma família de pica-pau branco foi flagrada em um coqueiro na divisa dos municípios de Terenos e Campo Grande, região central de Mato Grosso do Sul. O registro feito na última segunda-feira (6), é do observador de aves e fotógrafo, Geancarlo Merighi.
Conforme Merighi, o que o chamou a atenção, foi os cinco pica-paus da mesma família se posicionaram de forma enfileiradas no tronco de uma coqueiro.
 

"Nunca tinha visto nessa quantidade e ainda organizados. O que sei é que eles sempre andam em bandos", explicou 

Ainda de acordo com Geancarlo, próximo da flagrante havia dois tucanos e a suspeita é que as duas espécies estavam disputando pelo coqueiro, porém, a família de pica-paus levou a melhor.

"Eles se posicionara no local e deu para admirar a beleza de cada um deles. Cheio de detalhes, essas aves são realmente encantadoras", reforçou.
Segundo o fotógrafo, o objetivo em registrar as aves é justamente para divulgar o potencial turístico de observação de aves e Campo Grande é um referencial nessa atividade.
 

A espécie
 
O pica-pau-branco pode ser encontrado aos pares ou em pequenos grupos em áreas campestres, plantações, áreas rurais e até urbanas. Alimenta-se de sementes, insetos, larvas e frutos.
No período de reprodução o macho pode se exibir para a fêmea durante o voo. Constroem ninho em ocos de árvores. A fêmea da espécie pode colocar até quatro ovos. Os filhotes deixam o ninho com cerca de 35 dias de vida.
Ocorre em quase todo o Brasil e também em países vizinhos como Bolívia, Argentina, Paraguai, Uruguai e Suriname.
Como o próprio nome diz, essa ave tem como cor predominante o branco. Essa plumagem se realçada ainda mais por causa do manto negro que a ave apresenta no dorso, nas asas e na cauda. Além disso, o pica-pau-branco tem por característica um traço fino negro que vai do bico até a nuca. Outro detalhe marcante da espécie é o anel amarelo que possui ao redor dos olhos.
A espécie que pode atingir os 30 centímetros de comprimento pode ser facilmente reconhecida pela vocalização forte e estridente. Livros descrevem a voz da espécie como um agudo “kirr-kirr-kirr” quando está em voo.
No Brasil podemos encontrar uma grande diversidade de pica-paus. São pelo menos 59 espécies diferentes e todas pertencem à mesma família, a Picidae.