Nesta terça feira (08/06), o governador Reinaldo Azambuja esteve presente na Assomasul juntamente com os prefeitos para construírem um Decreto Estadual com medidas mais enérgicas para enfrentamento da disseminação da COVID-19.

Os gestores municipais tem enfrentado nesse momento um grande desafio de buscar soluções que possam atender a todos os setores da sociedade. Nesse sentido, a união de todos os Chefes do Poder Executivo, municipal e estadual, em tomar as medidas em conjunto tem sido a melhor saída para a sociedade, de modo que o PROSSEGUIR tem sido a ferramenta da área da saúde que direciona os municípios a tomarem as devidas medidas restritivas. Ainda, vários municípios do nosso Estado tem feito decretos mais enérgicos para frear a disseminação do Covid-19, como por exemplo Dourados, Jardim, Bonito e Guia Lopes da Laguna.

O presidente da Assomasul, Valdir Júnior, sempre atento as demandas dos municípios, solicitou ao governador Reinaldo Azambuja a possibilidade de adotar medidas mais restritivas precisa em todo o Estado.

Em um consenso dos participantes da Reunião e também um anseio de todos os prefeitos que já tinham manifestado em outras deliberações, a Assomasul solicitou ao Governador do Estado um decreto com as seguintes medidas:

1. Permanência das medidas restritivas do Prosseguir, tornando as recomendações do Programa vinculantes aos Municípios (toque de recolher e atividades essenciais);

2. Proibição de CONSUMO de bebidas alcoólicas em locais públicos e estabelecimentos comerciais, podendo ser vendida somente por retirada no estabelecimento (take away) e/ou entrega em casa (delivery), sendo essa comercialização permitida até o horário do toque de recolher, de acordo com a classificação de cada município no Prosseguir;

3. Redução de limite de 50 pessoas para 40 (quarenta) em eventos ou estabelecimentos comerciais, mantendo as demais medidas de biossegurança recomendadas pelo Prosseguir;

4. Aumento de efetivo da Polícia Militar na fiscalização das medidas restritivas em todas as cidades, notadamente em relação ao toque de recolher, bem como para evitar aglomeração de pessoas/festas clandestinas.

 

A reunião provocada pela Assomasul teve a participação do prefeito Marquinhos Trad, que estava acompanhado do Secretário de Administração Lacerda, bem como dos prefeitos de Rio Negro Buda do Lair, Amambai Dr Bandeira, Jardim Clediane Matzenbacher e Terenos Henrique Budke. Também participaram da reunião o Secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula, Diretor Geral da Assomasul Rogério Rosalin e o assessor jurídico da entidade, Guilherme Novaes.

 

Prefeitos demonstram parceria junto ao secretário de saúde do Estado para novas medidas de restrições.

O secretário de saúde do Estado Geraldo Resende tem se esforçado ao máximo como toda equipe de saúde dos 79 municípios do Estado, apoiar e lutar com ele contra essa pandemia é obrigação dos gestores municipais e nessa terça feira (08/06) o presidente Valdir Júnior juntamente com a prefeita de Jardim Clediane Matzenbacher e o prefeito de Amambai Dr Bandeira que também é médico e tem feito um grande trabalho na gestão da saúde do seu município convocaram uma reunião com o secretário Geraldo para apoiar o mesmo nas decisões de medidas mais restritivas.

Os prefeitos reunidos relataram da importância do PROSSEGUIR e que todos devem continuar seguindo integralmente o programa, mas o momento que o Estado vive nesse momento da pandemia é muito crítico e necessita de uma resposta dos gestores para a sociedade, diante disso novas medidas de restrição devem ser lançadas para frear o avanço da disseminação do COVID-19 e assim fortalecer mais ainda as medidas impostas pelo PROSSEGUIR que no qual todos os municípios têm seguido.

O presidente Valdir Júnior citou que todas as medidas adotadas pela secretaria de saúde do Estado necessita ser implantada em todos os municípios inclusive na capital, na data de hoje a Assomasul fez 4 recomendações ao governador Reinaldo Azambuja para que seja feito um decreto estadual, o diálogo e todos unidos é a forma mais eficaz de achar soluções e vencer esse enfrentamento à pandemia.