O cenário da pandemia mudou muito no último mês e Mato Grosso do Sul registrou uma queda de 41,2% na média móvel de mortes diárias por coronavírus. Se no mês anterior, o Estado chegou ao pico da pandemia, agora a situação é um pouco mais tranquila. Porém, autoridades alertam que não é hora de relaxar, a média de casos novos de coronavírus voltou a aumentar em MS.

Dados da SES (Secretaria de Estado de Saúde) mostram a queda nas mortes por Covid-19 em MS. No dia 10 de abril, a secretaria divulgou que o Estado estava com uma média de 56,7 mortes por dia causadas pelo coronavírus, o maior número registrado em toda a pandemia. Um mês depois, a SES anunciou durante a live de segunda-feira (10) que o estado chegou a uma média de 33,3 óbitos diários. 

A redução no registro de óbitos pode ser explicada com o avanço da vacinação. Com a imunização de pessoas do grupo de risco, que começou pelos idosos e profissionais da saúde, o Estado registrou uma queda de mortes. Porém, a situação da pandemia ainda requer cuidados, já que também há casos de morte em pessoas jovens. Todos os dias há registro de óbitos em pacientes na faixa dos 30 anos, mesmo sem comorbidades. 

Além disso, outro fator que teve influência no controle da pandemia foi o decreto estadual, que permitiu somente a abertura de serviços essenciais nas cidades de Mato Grosso do Sul durante 10 dias. Campo Grande ainda contou com o decreto municipal, totalizando duas semanas de ‘fecha tudo’. 

“Estamos colhendo os frutos do nosso decreto estadual, que possibilitou a mobilidade reduzida”, comentou a secretária Crhistinne Maymone no fim de abril. 

Número de casos volta a aumentar
Apesar da melhora no cenário das mortes na pandemia, ainda não é hora de relaxar com os cuidados. Dados da SES mostram que Mato Grosso do Sul passava por uma redução no número de casos novos semanais. A queda foi causada pelos dias de decreto estadual, mas depois de quatro semanas em queda, o número de infectados voltou a aumentar em MS. 

Na semana entre os dias 2 e 8 de maio, o Estado registrou 6.684 casos novos de coronavírus. O dado aponta que foram mais de 300 casos a mais do que o registrado na semana anterior. Apesar do leve aumento, MS ainda está longe de atingir a quantidade de infecções registradas na pior semana de toda a pandemia. Na semana entre os dias 28 de março e 3 de abril, MS contabilizou 9.855 casos de Covid-19. 

Além disso, o Estado voltou a registrar média móvel de mil casos de coronavírus por dia na segunda-feira (10). Os dados mostram que Mato Grosso do Sul está em uma estabilidade alta da doença e que qualquer mudança pode acabar no colapso na saúde pública.