R$ 76,8 milhões: Verba para combater coronavírus é usada para pagar salários em MS

| MIDIAMAX


O Governo de Mato Grosso do Sul usou R$ 76,8 milhões destinados para a Covid-19, para pagamento de salários dos servidores da saúde, 13º salário, licença maternidade, adicional noturno, entre outros vencimentos.

Os valores estão disponíveis no site da Transparência em valor empenhado por fornecedor - Despesas Covid-19. O valor total dos vencimentos é de R$ 76.814.989,91.

Deste total, R$ 23.637.966,59 foram de pagamento de salário. Também foram pagos R$ 19.297.873,01 em gratificações por exercícios de funções. 

Foram empenhados R$ 2.519.610,68 de vantagens pessoais e readaptação. O governo usou R$ 1.387.874,50 para pagamento de serviços extraordinários em contratação temporária.

Além disso, R$ 6.991.328,65 foram empenhados para pagamento de plantões. Dos contratos temporários de funcionários, o valor somado é de R$ 5.144.471,62. 

De salário maternidade, o valor desembolsado foi de R$ 709.621,37; R$ 60.167,05 de 13º salário; R$ 458.753,69 de 13º salário para contrato temporário; R$ 1.840.362,17 de abono provisório - pessoa civil; R$ 2.018.851,98 de adicional de insalubridade; R$ 1.342.068,73 de adicional noturno; R$ 1.563.029,49 para pagamento de férias; R$ 1.717.697,87 de gratificações; R$ 3.203.823,68 para gratificação por tempo de serviço.

Repasse do Governo Federal

Mato Grosso do Sul recebeu de verba do Governo Federal para combate ao coronavírus, R$ 20 milhões em 2021 e R$ 86 milhões no ano passado; R$ 477 milhões foram destinados aos municípios.