O prefeito de Miranda, Edson Moraes (PSDB), morreu na tarde deste sábado (1º) vítima da Covid-19. Ele estava internado desde 19 de março em um hospital de Campo Grande.

Reeleito em 2020, Moraes tinha 60 anos e estava sendo tratado em hospital da cidade no oeste de Mato Grosso do Sul até ser transferido para a Capital. Estava no cargo desde 2019, quando foi eleito em pleito suplementar.

O vice-prefeito, Fábio Florença (PDT), reassumiu hoje o comando do município após também contrair a doença causada pelo novo coronavírus. Ele deve ser efetivado no cargo nas próximas horas.

Nas redes sociais, políticos lamentaram a morte. “Exemplar na política, Edson também era um pai querido, um esposo responsável e um chefe de família sem igual”, escreveu o deputado estadual Jamilson Name (sem partido).

As últimas semanas em Miranda foram envoltas em mistério. O estado de saúde de Moraes nunca foi completamente revelado. Poucas informações também foram divulgadas sobre a saúde de Florença.